• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Ceará: CUT e centrais realizam ato contra a reforma administrativa nesta quinta

A atividade está programada para as 9h, na Praça do Ferreira, em Fortaleza. Manutenção do auxílio emergencial de R$ 600 também está na pauta das mobilização

Publicado: 09 Dezembro, 2020 - 10h08 | Última modificação: 09 Dezembro, 2020 - 10h21

Escrito por: Redação CUT

notice

A CUT Ceará, demais centrais sindicais, a Frente Brasil Popular e entidades que defendem as empresas estatais e o serviço público das três esferas – federal, estadual e municipal – realizam ato nesta quinta-feira (10/12) em defesa do setor público, contra a reforma Administrativa e pela manutenção do auxílio emergencial de R$ 600. A atividade está programada para as 9h, na Praça do Ferreira, em Fortaleza, e acontece no momento em que o país se aproxima da marca de 180 mil mortes por covid-19 e do fim do auxílio emergencial.

De acordo com o presidente da CUT Ceará Wil Pereira, o ato faz parte de uma série de atividades que serão realizadas em todo o país nos dias 10 e 11 de dezembro para dialogar com a sociedade sobre os riscos da reforma Administrativa e do fim do auxílio emergencial enquanto o país se aproxima de uma segunda onda de infecções por coronavírus.

“Não podemos deixar que Jair Bolsonaro e Paulo Guedes destruam o serviço público brasileiro, principalmente em meio a uma pandemia, em que ficou mais do que comprovada à importância deste setor para todos e todas. Portanto, em todo o Brasil estaremos nas ruas em defesa da manutenção do auxílio emergencial e contra a entrega do serviço público para a iniciativa privada”, afirmou Wil, ao destacar que a atividade será realizada respeitando todos os protocolos de segurança e distanciamento social para evitar a disseminação do coronavírus.

 

Serviço

Dia Nacional de Luta Contra a Reforma Administrativa

Dia 10/12, às 9h

Praça do Ferreira, em Fortaleza