• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Coletivo de Mulheres da CUT Ceará prepara organização para Marcha das Margaridas

O Coletivo se reuniu na manhã desta terça-feira (9/4) na sede da Central e também debateu sobre a participação das mulheres CUTistas no Congresso Estadual da CUT Ceará e no ato de 1º de maio

Publicado: 09 Abril, 2019 - 14h39 | Última modificação: 09 Abril, 2019 - 22h00

Escrito por: CUT Ceará

Tarcísio Aquino/CUT-CE
notice
O encontro que reuniu representantes de todos os ramos de atuação da CUT

Considerada uma das maiores mobilizações femininas do mundo, a Marcha das Margaridas já iniciou uma campanha para garantir recursos para custear a infraestrutura da edição de 2019. A campanha em prol da Marcha foi um dos principais temas em debate na reunião do Coletivo de Mulheres da CUT Ceará, realizada manhã nesta terça-feira (9/4), na sede da entidade.

Segundo a secretária da Mulher Trabalhadora da CUT-CE, Ozaneide de Paulo, a mobilização já faz parte do calendário nacional da Central Única. Com o tema “Margaridas na luta por um Brasil com soberania popular, democracia, justiça, igualdade e livre da Violência”, a Marcha 2019 vai ocupar a capital federal para cobrar ações contra o feminicídio e políticas públicas voltadas para as mulheres. “A CUT em parceria com as federações de trabalhadores, agricultores e assalariados rurais, organiza debates nos estados e municípios para destacar a importância da Marcha das Margaridas. Com o empenho da Fetraece, já conversamos com companheiras em municípios de todas as regiões do estado e estamos distribuindo rifas para que os recursos arrecadados possam garantir a infraestrutura necessária para levarmos uma grande delegação para a mobilização em Brasília”.

Agenda de lutas

O encontro que reuniu representantes de todos os ramos de atuação da CUT, também debateu sobre a participação das mulheres CUTistas no Congresso Estadual da CUT Ceará, que está previsto ocorrer em novembro deste ano e sobre o ato unificado de 1º de Maio, que será realizado na avenida Beira Mar, em Fortaleza, e terá como tema central a luta em defesa da reforma da Previdência.

carregando
carregando