• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Fortaleza - IX Congresso Estadual dos Jornalistas começa no dia 7 de dezembro

Com o tema, “Internet e (des)informação: o papel do Jornalismo e dos jornalistas”, congresso segue até o dia 9, levando participantes a refletir sobre temas contemporâneos, como o uso de plataformas digitais

Publicado: 29 Novembro, 2018 - 16h27 | Última modificação: 29 Novembro, 2018 - 16h35

Escrito por: Sindjorce

notice

Pensar exatamente o que é o jornalismo hoje em dia, qual a função dos jornalistas, questionar o impacto das informações falsas, conhecer propostas de inovação e denunciar o que não está bem é o objetivo do IX Congresso Estadual dos Jornalistas do Ceará, que tem como tema central: “Internet e (des)informação: o papel do Jornalismo e dos jornalistas”.

O evento realizado pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Ceará (Sindjorce), com o apoio da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ), está com inscrições abertas. A atividade acontece nos dias 07, 08 e 09 de dezembro, em Fortaleza (CE), contando com apoio do Banco do Nordeste e do Governo do Estado do Ceará.

O Congresso reunirá jornalistas, estudantes da área e demais profissionais da comunicação para refletirem sobre temas contemporâneos, como o uso de plataformas digitais, a exemplo do Whatsapp e do Facebook para disseminar conteúdo fraudulento; o jornalismo na conjuntura pós-eleitoral; os novos modelos de gestão e negócio na imprensa; os ataques às liberdades de expressão e imprensa; e as questões identitárias.

De acordo com Samira de Castro, presidente do Sindjorce e segunda tesoureira da FENAJ, a proposta do evento é “reafirmar a importância e a relevância do jornalista e do jornalismo como elementos essenciais para a democracia, sobretudo neste momento de difusão do antijornalismo e da desinformação extrema. Para nós, é necessário discutir coletivamente saídas estratégicas para este cenário crítico”, explica.


Convidados

Richard Santos – Rapper, jornalista e professor da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). É autor do livro “A representatividade da população negra na televisão brasileira”. Trabalhou em empresas como TV Globo, TV Record, TV Band, TV Cultura, TV da Gente e TV Brasil, assim como articulista na revista Raça Brasil.

Gérson Marques - Doutor em Direito, professor da UFC, ministrando disciplinas na graduação e pós graduação (mestrado e doutorado) na Faculdade de Direito. Autor de mais de vinte livros e de inúmeros artigos científicos. É Procurador Regional do Trabalho na PRT 7 Região.

Adelaide Gonçalves - Professora Doutora da UFC. Professora da Escola Nacional Florestan Fernandes do MST-Brasil. Atua principalmente nos seguintes temas: anarquismo, mundos do trabalho, memória, imprensa operária, história do livro, práticas de leitura, imigrantes, bibliotecas, revistas.

Beatriz Xavier – Advogada e professora Adjunto da Faculdade de Direito da UFC. Coordenadora do Projeto Árvore-Ser – Grupo de Estudos Aplicados em Direito das Pessoas com Deficiência – FD/UFC. Presidente da Comissão de Direitos Humanos da UFC. Presidente do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos – CEDDH. Membro do Comitê Estadual de Educação em Direitos Humanos.

Maria José Braga – Presidenta da FENAJ, jornalista do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás e membro do Conselho de Comunicação Social do Congresso Nacional. Trabalhou na Cooperativa dos Jornalistas de Goiás (PróJornal) e foi repórter e subeditora do Jornal O Popular e professora do curso de Jornalismo das Faculdades Alfa.

Paula Bianchi - Jornalista com foco em política, direitos humanos e segurança pública. Editora no The Intercept Brasil, já passou por veículos como UOL, Folha de S.Paulo, Terra e Agência EFE. Formada pela UFRGS com especialização em Sociologia Urbana pela UERJ, foi trainee do Estadão.

Luizianne Lins - Jornalista e professora concursada licenciada do Curso de Jornalismo da UFC. Deputada federal reeleita e ex-prefeita de Fortaleza. Também foi vereadora de Fortaleza e deputada estadual no Ceará.

Breno Costa – Jornalista fundador do BRIO Hunter, programa de mentoria desenvolvido para freelancers, repórteres, editores e estudantes que querem praticar jornalismo de alto nível. Foi repórter da Folha de S.Paulo. Colabora também com os veículos The Intercept Brasil, revista Piauí, entre outros.

Laércio Portela – Jornalista e integrante do Marco Zero Conteúdo, portal de notícias mantido por coletivo de jornalismo investigativo que aposta em matérias aprofundadas, independentes e de interesse público. Foi repórter do Jornal do Commercio; repórter, editor e colunista de Política do Diário de Pernambuco; e coordenou a área de comunicação social do Ministério da Saúde.

Flávio Peixoto – Jornalista e diretor-administrativo da Cooperativa dos Jornalistas e Gráficos do Estado de Alagoas (Jorgraf), que edita o jornal Tribuna Independente e o portal de notícias Tribuna Hoje.Com.

 

Enfrentamento ao fascismo

Do ponto de vista prático, em forma de grupos de trabalho e em plenária, os jornalistas cearenses se organizarão para resistir às opressões impostas aos profissionais de imprensa, como a violência física e moral, a censura, o preconceito e a precarização das relações de trabalho.

“As entidades representativas dos jornalistas sentem-se na obrigação de alertar a categoria e a sociedade em geral para a verdadeira disputa atual, que é basicamente entre viver numa democracia ou sob a tutela do autoritarismo. Para tanto, precisamos estar unidos e preparados”, afirma Rafael Mesquita, secretário-geral do Sindjorce.


Inscrições 

As inscrições para o Congresso serão realizadas no site sindjorce.org.br. Os valores são:

  • R$ 25,00 para estudantes de Jornalismo e profissionais aposentados;
  • R$ 50,00 para jornalistas sindicalizados;
  • R$ 100,00 para profissionais não-sindicalizados e demais interessados.

 

Programação

Dia 7 de dezembro (sexta-feira)

10h às 14h – Credenciamento

14h às 16h – Oficina 1 – Produção de PodCast, com Andreh Jonathas

16h10 às 16h20 – Café com ideias

16h30 às 17h30 – Oficina 2 – Introdução à segurança digital, com Uirá Porã

18h30 – Abertura. Palavra das autoridades

19h30 – I Encontro Estadual de Jornalistas e Comunicadores pela Igualdade Racial (EEJIRA)

“O negro na teledramaturgia brasileira” – Richard Santos, jornalista e professor da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB)

21h – Jantar de abertura


Dia 8 de dezembro (sábado)

9h – Painel “Redações integradas e exploração de estagiários e profissionais”

  •  Rafael Mesquita, Secretário-geral do Sindjorce e Diretor de Educação da FENAJ
  •  Gérson Marques - Procurador do Trabalho 7ª Região (MPT/CE)

10h40 – Café com ideias

11h – Painel “Jornalistas e movimentos sociais sob censura e perseguição - 50 anos depois, um novo AI-5?”

  • Adelaide Gonçalves, professora doutora do Curso de História da Universidade Federal do Ceará (UFC)
  •  Beatriz Xavier, professora Adjunto da Faculdade de Direito da UFC e presidenta do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos do Ceará (CEDDH)

12h50 – Almoço

14h – Painel  “A desinformação venceu o Jornalismo?”

  •  “Notícias Falsas” – Paula Bianchi, editora no The Intercept Brasil
  •  “Jornalismo e conjuntura pós-eleitoral” – Luizianne Lins, jornalista, professora licenciada do Curso de Jornalismo da UFC e deputada federal
  • “Reafirmar o papel do Jornalismo e dos jornalistas” – Maria José Braga, Presidenta da FENAJ e membro do Conselho de Comunicação do Congresso Nacional

15h40 – Café com ideias

16h30 – Painel “Jornalismo independente e fora dos grandes centros: como fazer, quem financia?”

  • "Cooperativa de Jornalistas" - Flávio Peixoto – Jorgraf/ Tribuna Independente de Alagoas;
  •  "Jornalismo investigativo, aprofundado e de interesse público" – Laércio Portela - Marco Zero Conteúdo (PE);
  •  "Jornalismo na era pós-industrial" – Breno Costa - BRIO

19h – Confraternização/ Noite da Resistência


Dia 09 de dezembro (domingo)

9h – Café de acolhida

9h30 às 11h30 – Grupos de Trabalho

  • GT 1 - Segurança dos Profissionais da Comunicação
  • GT 2 - Combate à censura e defesa das liberdades de imprensa e expressão
  • GT 3 - Comunicação, Direitos Humanos e Lutas Identitárias
  • GT 4 - Jornalismo, comunicação e ativismo

11h30 – Plenária de construção do Plano de Ação dos Jornalistas contra o Fascismo

 

SERVIÇO:

O QUE: do IX Congresso dos Jornalistas do Ceará - “Internet e (des)informação: o papel do Jornalismo e dos jornalistas”

QUANDO: 7, 8 e 9 de dezembro de 2018

QUANTO: R$ 25,00 para estudantes de Jornalismo e profissionais aposentados/ R$ 50,00 para jornalistas sindicalizados e R$ 100,00 para não-sindicalizados e demais interessados.

INSCREVA-SE EM: www.sindjorce.org.br

carregando
carregando