• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Nota: CUT Ceará presta solidariedade aos atingidos por crime em Brumadinho (MG)

Ao menos nove pessoas morreram e outras 299 estão desaparecidas, segundo o Corpo de Bombeiros

Publicado: 26 Janeiro, 2019 - 12h47 | Última modificação: 26 Janeiro, 2019 - 15h26

Escrito por: CUT Ceará

Reprodução da TV Globo
notice

A Central Única dos Trabalhadores no Ceará (CUT-CE) manifesta solidariedade a todas e todos os atingidos por mais uma tragédia, na tarde desta sexta-feira (25/1), em decorrência do rompimento da barragem de rejeitos de minério de ferro da Vale do Rio Doce, em Brumadinho, Minas Gerais. Ao menos nove pessoas morreram e outras 299 estão desaparecidas, segundo o Corpo de Bombeiros. É inadmissível que o colapso da barragem do Fundão, em Mariana (MG), ocorrido em 2015, não tenha sido o bastante para que o governo e empresas evitassem sua repetição.

Reprodução da TV RecordReprodução da TV Record
Bombeiros retiram vítimas atingidas por lama da barragem de Brumadinho

Precisamos ficar ainda mais vigilantes, pois as recentes declarações do presidente Jair Bolsonaro (PSL), ao classificar como “indústria da multa ambiental” o trabalho de fiscalização do Ibama e do ICMBio e afirmar que as “políticas indigenistas e ambientais não trabalham em prol do Brasil” sinalizam que outros crimes ambientais como esse podem ocorrer a qualquer momento e alertam para novas perseguições aos territórios de remanescentes quilombolas e reservas indígenas.

Portanto, a CUT Ceará denuncia os ataques ao meio ambiente que visam somente o lucro, a qualquer custo, e reafirma seu apoio aos movimentos que defendem o meio ambiente, os atingidos por barragens, indígenas e povos tradicionais. Ninguém solta a mão de ninguém.

 

Fortaleza, 26 de janeiro de 2018

Direção-Executiva da CUT-CE

carregando
carregando