• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Ceará: pelo menos 60 municípios se posicionam contra o retorno às aulas presenciais

O levantamento foi feito pela Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce)

Publicado: 27 Abril, 2021 - 12h43 | Última modificação: 27 Abril, 2021 - 12h49

Escrito por: Fetamce

notice

Um levantamento feito pela Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce) listou pelo menos 60 municípios do Ceará em que os prefeitos se posicionaram com decretos contra o retorno das aulas presenciais.

O decreto anunciado pelo governador Camilo Santana (PT) no último sábado (24/4), permitiu o retorno do ensino presencial de turmas até o 9º do Ensino Fundamental, com 40% da capacidade.

“Não houve investimento nas escolas públicas municipais que garantam uma estrutura de segurança sanitária e o ritmo das vacinações em todo o país segue de forma lenta, tal atitude coloca em risco a vida da comunidade escolar e toda a sociedade”, explica a presidente da Fetamce, Enedina Soares.

Confira a lista: (atualizada em 27/04 – às 12h14)

1. Acaraú
2. Altaneira
3. Amontada
4. Antonina do Norte
5. Apuiarés
6. Aquiraz
7. Aratuba
8. Assaré
9. Banabuiu
10. Beberibe
11. Brejo Santo
12. Caninde
13. Capistrano
14. Cascavel
15. Crateús
16. Crato
17. Eusébio
18.General Sampaio
19. Graça
20. Guaraciaba do Norte
21. Hidrolândia
22. Ibaretama
23. Ibiapina
24. Independencia
25.Ipaumirim
26. Ipueiras
27. Iracema
28. Itapajé
29. Itapipoca
30. Jaguaribara
31. Jaguaribe
32. Jijoca de Jericoacoara
33. Jucás
34. Lavras da Mangabeira
35. Madalena
36. Mauriti
37. Milagres
38.  Milhã
39. Morada Nova
40. Mulungu
41. Nova Olinda
42. Orós
43. Pacatuba
44. Pacajus
45. Pacujá
46. Paramoti
47. Poranga
48. Quixadá
49. Quixeramobim
50. Russas
51. Saboeiro
52. Senador Pompeu
53. Tamboril
54. Tarrafas
55. Tejucuoca
56. Trairi
57.Tururu
58. Uruburetama
59. Choró
60. Ibicuitinga